THE GRAND PROJECTS

Architectural and urbanistic operations after the 1998 Lisbon World Exposition

     

   Colóquio: Teatro Thalia, 28   de  Novembro de 2019, 14h30 – 19h

   

 APRESENTAÇÃO   PROGRAMA    ORADORES    LOCALIZAÇÃO

 

 

           

 

TRANSFORMAÇÕES E LUGARES EM ESPERA -AS FRENTES DE ÁGUA DA ÁREA METROPOLITANA DE LISBOA

O primeiro colóquio do projecto de investigação “Grandes Trabalhos – Operações Arquitectónicas e Urbanísticas depois da Exposição Universal de Lisboa de 1998”, apoiado pela FCT (PTDC/ARTDAQ/32561/2017), procura discutir e reflectir sobre as transformações ocorridas na Área Metropolitana de Lisboa no período que se segue à Exposição Internacional de 1998 e que por ela foram influenciadas.

Questões como a aposta na requalificação de frentes de águas com actividades de recreio e lazer e na recuperação ambiental de espaços comprometidos; uma maior atenção à qualidade do espaço construído e maior protagonismo dos espaços públicos nas políticas urbanas ou mesmo a relevância do marketing urbano e da promoção turística são temas introduzidos pela Expo ‘98 e que tiveram várias manifestações subsequentes na Área Metropolitana de Lisboa.

As transformações e os lugares expectantes nas frentes de águas da Área Metropolitana de Lisboa, os espaços ribeirinhos em torno do estuário, são o ponto de partida para debatermos as mudanças territoriais, de cultura urbanística e projectual ocorridas nos últimos 20 anos. Interessa-nos discutir de que forma os processos de transformação urbana foram conduzidos, procurando reflectir sobre questões programáticas, como as mudanças de usos ocorridas e a predominância de certas actividades sobre outras, a importância da imagem e da estética na valorização e promoção dos territórios num contexto de competição ou mesmo a relevância das diferentes dimensões da sustentabilidade (ambiental, social, económica).

Poster Evento

PROGRAMA

14h30. Abertura

. Pedro Costa (DINÂMIA’CET-ISCTE/IUL)

15h00. Mesa redonda

  . Moderação de Cândida Pinto

 . Catarina Assis Pacheco
 . João Seixas
 . Jorge Gaspar
 . Luís Santiago Baptista
 . Paulo Tormenta Pinto
 . Sérgio Saraiva

18h00. Abertura à sala e debate

18h30. Exposição

  . Projetos para a Trafaria, Torrão e Cova do Vapor, pelos alunos finalistas do Mestrado Integrado de Arquitetura do ISCTE-IUL

 . Fotografias de João Carmo Simões

19h00. Encerramento

ORADORES

 

Catarina Assis Pacheco

F|C - Arquitectura Paisagista

Nascida em Lisboa no ano de 1969, Catarina Assis Pacheco licenciou-se em Arquitectura Paisagista no Instituto Superior de Agronomia, Lisboa, em 1994. Desde então trabalha em conjunto com Filipa Cardoso de Menezes (Lisboa, 1969), tendo criado, em 1997, o atelier f|c arquitectura paisagista, sedeado em Lisboa, onde as duas desenvolvem a sua actividade enquanto arquitectas paisagistas e sócias gerentes. Ao longo dos últimos anos a f|c tem ganho larga experiência em áreas diversas, desenvolvendo estudos e projectos de diferentes dimensões e natureza, transformando cada tema num desafio único. A sua abordagem projectual reflecte sobretudo uma procura do significado do lugar, explora as características de cada espaço e, com base em critérios estéticos, ecológicos e funcionais, procura criar ou revelar novas leituras da paisagem. Da longa lista de trabalhos realizados nos últimos anos em Portugal e noutros países, destacam-se projectos para parques urbanos, espaços públicos, escolas, espaços institucionais e jardins privados, assim como a participação em várias operações de planeamento e o desenvolvimento de trabalhos de consultoria, colaborando com diversos arquitectos e equipas de projecto prestigiadas.

João Seixas

Universidade Nova de Lisboa

Professor e Investigador na FCSH da Universidade Nova de Lisboa, nas áreas das cidades e metrópoles, dos estudos urbanos, da política e desenvolvimento urbano e espacial. Doutorado em Geografia Urbana pela Universitat Autónoma de Barcelona. Mestre em Urban and Regional Studies pela London School of Economics and Political Science. Foi comissário da Carta Estratégica de Lisboa e coordenador da Reforma Político-Administrativa da capital portuguesa. Comissário da exposição “Futuros de Lisboa”, EGEAC/Museu de Lisboa, 2018. Consultor da DG Regio and Urban, Comissão Europeia. Professor convidado em Barcelona (UAB) e Rio de Janeiro (UFRJ). Autor de diversos artigos científicos de âmbito nacional e internacional. Livros mais recentes: Projecções de Lisboa (coord.) (2018); Em Todas as Ruas (2015); Governação de Proximidade (2014); A Cidade na Encruzilhada (2013); Urban Governance in Southern Europe (coord.) (2012).

 

Jorge Gaspar

  Universidade de Lisboa

Professor Catedrático Emérito da Universidade de Lisboa, 2º e 1º Assistente da ESBAL, Professor Catedrático Convidado do Instituto Superior Técnico e das Universidades de Umeå e de Paris X. Coordenou investigações e projetos aplicados em Geografia, Planeamento e Urbanismo (EU, ESF, VW STIFTUNG, FCG, INIC/JNICT/FCT). Participou em estudos e projetos de desenvolvimento regional e urbano em Portugal, Argélia, Macau, Angola. Colaborou nalguns grandes estudos e projetos de desenvolvimento regional e urbano do último meio século em Portugal: Sines (Comissão de Planeamento da Região de Lisboa e Gabinete da Área de Sines), Projeto de Administração Regional (MAI 1975-1976), EP OID Península de Setúbal, Estudos preparatórios QCA I e II; Programa Nacional da Política de Ordenamento do Território – PNPOT (2007). Publicou uma vintena de livros e mais de duas centenas e meia de artigos. Vice-Presidente da Academia das Ciências de Lisboa e membro da Academia Europaea; Doutor HC pelas Universidades de León, Genève e Évora. Prémio Universidade de Lisboa, Prémio Internacional Geocrítica, medalha de mérito do Ministério da Ciência, medalha de ouro do município de Alvito. Em 1986 fundou o CEDRU – Centro de Estudos e Desenvolvimento Regional e Urbano Lda, onde continua a colaborar.

Luís Santiago Baptista

Universidade Lusófona

Luís Santiago Baptista é arquitecto e desenvolve uma actividade multifacetada, compreendendo a prática profissional, a docência universitária, a crítica de arquitectura, o curadoria de exposições e a edição de publicações. É mestre em Cultura Arquitectónica contemporânea (FA-UTL) e doutorando em Cultura Arquitectónica e Urbana (DARQ-UC). Foi assistente convidado na FA-UTL e é actualmente professor auxiliar convidado na ESAD-CR e na ECATI-ULHT e investigador do LEAU. Foi co-curador do projecto Viagem ao Invisível (OASRS/DGArtes, 2016-19). É membro do Management Commitee e Working Group Leader no projecto europeu Writing Urban Places: New Narratives of the European City (COST Action CA18126, 2019-).

Paulo Tormenta Pinto

ISCTE-IUL

Paulo Tormenta Pinto (Lisboa, 1970) é Professor Associado com Agregação do ISCTE-IUL e Investigador Integrado do Dinâmia/CET-IUL. Foi diretor do Programa de Doutoramento “Arquitetura dos Territórios Metropolitanos Contemporâneos” do ISCTE-IUL entre 2011 e 2017, exercendo atualmente as funções de Diretor do Departamento de Arquitetura e Urbanismo do ISCTE. É Investigador Responsável do Projeto “Grandes Trabalhos – Transformações Arquitetónicas e Urbanísticas depois da Exposição Mundial de Lisboa de 1998”, financiando pela FCT. É sócio da Domitianus-Arquitectura, Lda, tendo realizado vários projetos, alguns deles distinguidos e premiados, destacando-se o Prémio INH 2002, Prémio IHRU 2012 e o Prémio Teotónio Pereira 2016 (menção honrosa).

Sérgio Saraiva

Baía do Tejo

48 Anos, Arquiteto desde 1995. M.B.A. em Reabilitação, Regeneração e Requalificação Urbana (ESAI) PADE – Programa de Alta Direcção de Empresas (AESE) Entre 1995 e 2001 exerceu atividade profissional em vários ateliers privados, entre 2001 e 2012 foi Arquiteto coordenador e Sócio-Gerente de gabinete, incluindo o desenvolvimento de atividades de projeto, planeamento e avaliação imobiliária. Em 2012 assume funções como Administrador na AMBISIDER – Recuperações Ambientais, S.A., ECODETRA – Sociedade Tratamento e Deposição de Resíduos, S.A., A.C.E. E.G.F./Quimiparque, A.C.E., E.G.F./ SNESGES/ Urbindústria e BAIA DO TEJO – Parques Empresariais, S.A. Atualmente é Vogal Executivo do Conselho de Administração da Baia do Tejo, SA com a responsabilidade das áreas Comercial, Infraestruturas e Obras, Planeamento Urbano, Património Museológico, Direcção Operacional dos Parques Empresariais, Ambiente e Responsabilidade Social. Desde 2016, assume também a coordenação e representação institucional da marca Lisbon South Bay (parceria de marketing territorial entre a Baía do Tejo e os Municípios de Almada, Barreiro e Seixal).

Inscrição

  

 A participação é gratuita, sujeita a inscrição prévia e limitada à lotação da sala. 

  

Nome

E-mail

Afiliação Institucional

Quero receber notificações:

   

LOCALIZAÇÃO

O evento realiza-se no Teatro Thalia